Mise in place: organização e harmonia na mesa e na cozinha

Mise en place é um termo francês bastante utilizado na área da gastronomia e, na tradução, possui duas funções, ambas ligadas a ordenamento, arranjo e organização. Nos restaurantes mais refinados que possuem uma cozinha profissional esses procedimentos são essenciais à correta harmonia e para evitar erros.

A primeira função do termo mise in place ou mesa posta é a montagem da mesa, para as refeições, geralmente feita por um garçon, que deve seguir um protocolo em que cada objeto, como taças, talheres, pratos têm o seu lugar determinado à mesa.

O segundo significado de mise in place está relacionado à pré-organização de todos os objetos e ingredientes necessários para a execução de um prato. Inclui ler a receita, verificar se possui ou se precisa providenciar todos os itens para sua execução, separar os ingredientes, em tigelas individuais, já descascados, picados de forma precisa, enfim, tudo previamente preparado e conferido.

Exemplo de mesa posta

A John Somers Estanhos possui diversos itens que tornam uma mesa posta de beleza singular. São peças tradicionais em estanhos que farão seus convidados se sentirem em uma mesa real. Desde cálices, castiçais, vasos, sousplat até apoiadores de talheres. Também possui tigelas de variados tamanhos, duráveis, para uma completa ordenação dos ingredientes de seus pratos favoritos.

Acesse nosso site e confira: www.johnsomers.com.br

Um comentário em “Mise in place: organização e harmonia na mesa e na cozinha

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: